Video explicativo sobre a Igreja. Muito bom e de fácil compreensão. (mais…)

Apesar de ter me convertido em 1995, algo especial na minha vida com Deus começou a acontecer no ano de 2001.

Senti que não era eu quem estava buscando ao Senhor… mas Ele estava me buscando, me perseguindo com Sua presença… Ele veio com força e arrebatou meu coração! Que tempo maravilhoso! Parecia que tudo ao meu redor exalava Deus e seu perfume, Sua alegria.

Junto comigo muitos foram contagiados por essa presença que chegou e não foi mérito de ninguém… Deus decidiu se revelar a nós.

Muitas manifestações sobrenaturais começaram a acontecer em meio à adoração, muitas curas, libertações, salvação… (mais…)

Leia o Artigo do Fôlego de Morte e assista o vídeo abaixo e deixe o Espírito Santo falar contigo. (mais…)

vaso_quebrado2Outro dia lendo uma de minhas anotações, uma frase se destacou: “Sustentar meu fôlego de morte”. Na sequência estava anotado minha interpretação: “No dia anterior renovei meus votos de entrega do “eu” fazendo a escolha de morrer para mim e viver para o Senhor”. Obviamente que estava anotado para ser lido novamente. Entendo o Espírito falando: Você precisar morrer mais e de novo.

O trocadilho “fôlego de morte” vem do fato que nossa tendência é sobreviver a todos percausos que a vida cristã nos conduz. Me parece que apesar do maior exemplo, todo sofrimento, entrega e morte de Jesus, permanece mais teórico que prático. Não queremos morrer. Toda nossa essência carnal batalha diariamente para não morrer. Há implicações nesta morte carnal. O Espírito quer proporcionar a todos filhos de Deus níveis profundos de revelação do alto, que somente virão, com excelência, em vasos de barro.

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós”. 2 Coríntios 4:7 (mais…)

fidelidadeA castidade é a menos popular das virtudes cristãs. Porém, não existe escapatória. A regra cristã é clara: “Ou o casamento, com fidelidade completa ao cônjuge, ou a abstinência total.” Isso é tão difícil de aceitar, e tão contrário a nossos instintos, que das duas, uma: ou o cristianismo está errado ou o nosso instinto sexual, tal como é hoje em dia, se encontra deturpado. E claro que, sendo cristão, penso que foi o instinto que se deturpou. (…)

Dizem que o sexo se tornou um problema grave porque não se falava sobre o assunto. Nos últimos vinte anos, não foi isso que aconteceu. Todo o dia se fala sobre o assunto, mas ele continua sendo um problema. Se o silêncio fosse a causa do problema, a conversa seria a solução. Mas não foi. Acho que é exatamente o contrário. Acredito que a raça humana só passou a tratar do tema com discrição porque ele já tinha se tornado um problema. (mais…)

anel-de-prataO Anel de Prata é uma mobilização internacional para jovens e adolescentes que prega a santidade sexual entre solteiros.

Segue abaixo um texto tirado do Site oficial do Anel de Prata (The Silver Ring Thing) nos EUA:

O “Anel de Prata” (The Silver Ring Thing) é um programa que foi criado em 1995 por Denny e Amy Pattyn em resposta a um número crescente de adolescentes grávidas em Yuma, Arizona, e que cresceu até Pittsburgh em 2000. Desde então, o Anel de Prata já realizou mais de 650 eventos em 8 paises, alcançando aproximadamente 325.000 participantes. Desse número, mais de 110.000 estudantes receberam anéis como símbolos de seu compromisso de manterem-se puros até o casamento e outros 70.000 jovens receberam Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.

A liderança do Anel de Prata reconhece que a distribuição de preservativos ou a prática do “sexo seguro” não garante a proteção para os problemas físicos, emocionais e espirituais resultantes da atividade sexual entre os adolescentes e jovens. O único meio de reverter essa decadência moral de qualquer cultura jovem é inspirar uma mudança de conduta e comportamento entre aqueles que estão imergidos nessa cultura. (mais…)

acousticUma de minhas experiências com Deus.

No ano de 2003 eu estava morando com meu irmão Luciano numa pequena vila com mais ou menos 6 pequenos quartos com um banheiro e um tanque no lado de fora para todos os moradores. Estava desempregado e enfrentando um grande deserto na minha vida. Meu irmão Luciano trabalhava e com o seu salário praticamente nos sustentava.

Tínhamos apenas uma geladeira, fogão, televisão e uma beliche. Tudo ficava dentro desse pequeno quarto. Eu preparava o almoço e a janta. Passava e até lavava nossas roupas no tanque da vila. (mais…)