Gostaria de compartilhar uma experiência que com certeza marcou nossas vidas nesses dias 5 6 e 7 de fevereiro. Espero que você seja edificado.

Estivemos nesses dias 5 6 e 7 de fevereiro ministrando o Seminário Resgatai a noiva 1 em um sítio perto de Maringá PR. Um retiro espiritual regional realizado pela igreja Quadrangular. Estiveram mais ou menos 200 jovens nesse fim de semana que com certeza marcou e transformou a vida de todos que estiveram alí na expectativa de um encontro com Jesus.

Junto com mais 5 amigos e irmãos de ministério Casa de Davi (Ricardo, Reuel, Rodrigo Rocha, Joab e Marcos) saimos de Londrina PR ás 16 horas rumo ao Sítio. Ao chegar lá tivemos um tempo para conhecer o local que diga-se de passagem; maravilhoso!

Tivemos um tempo a sós para orar e interceder pois sentimos que algo maravilhoso Deus estava para fazer não somente na vida dos irmãos de Maringá PR mas, também em nossas vidas.

A primeira noite foi uma noite especial com um momento em que o Espírito Santo nos levou a uma profunda reavaliação espiritual. Muito quebrantamento.

Depois do culto voltamos pra casa que ficava logo acima no morro (veja na foto).
Já era bastante tarde. Podíamos ver o céu todo estrelado a noite a beira do Lago enquanto caminhávamos pra casa. Quando começamos a subir o morro e olhar em direção a casa que ficava uns 50 métros acima eu ví uma luz acessa na cozinha e dava pra ver um vulto de uma mulher mexendo em algum coisa na cozinha. Naquele momento que ví, pensei que alguma mulher estava alí preparando alguma coisa pra nós. Mas, quando chegamos a casa estava totalmente trancada e ninguem estava alí. Fiquei um pouco alarmado com aquilo.

Batalha espiritual

Fomos pra casa na sexta a noite e tivemos um tempo de reunião para conversar sobre o que tinha acontecido, as impressões e também buscar no Espírito para correspondermos com Ele para as próximas ministrações.

Oramos e fomos dormir. Creio que entre 3 e 4 horas da manhã acordei com o barulho de um dos nossos irmãos passando mal e vomitando no banheiro. Levantamos e oramos por ele e começamos a sentir a presença de espíritos malígnos na casa. Começamos a orar e interceder, repreendendo espíritos de morte e espiritos territoriais. Logo depois que nosso irmão melhorou voltamos a deitar e de repente esse irmão teve uma visão de uma mulher em pé na porta do quarto olhando pra nós. Mais uma vez intercedemos com orações de guerra e voltamos a dormir.

Dona Zulmira

Ao amanhecer, acordamos já comentando a respeito do que aconteceu na madrugada e oramos juntos pelo dia. Ao sair da casa para descer o morro e ir para o local do evento uma senhora que mora na casa atrás da que estávamos perguntou se éramos pastores. Sentí dentro de mim dizendo que era pra dizermos que sim. Ao respondermos ela disse que seria aniversário dela no outro dia e ela queria uma oração, pois ela estava passando por problemas na saúde. Na mesma hora dissemos que sim e marcamos para o outro dia (que seria no domingo) ás 20 horas iríamos até a casa dela para orarmos. Ela era uma senhora muito simpática e amorosa.

Jesus e Dona Zulmira

Após o seminário onde tivemos muita presença angelical, cura, experiências que marcaram todos que estavam alí tivemos um tempo a noite no domingo de muita alegria e celebração após a manifestação da presença paterna de Deus.

Depois de todos os jovens pegarem o ônibus para retornar para suas casas fomos para os carros que iria nos levar até a casa para pegarmos as malas que já estavam prontas e depois pé na estrada de volta pra Londrina. Já era bem tarde e ficamos em dúvida em relação a dona zulmira. Pensávamos talvez que ela estivesse já dormindo. Mas ao chegar lá vimos que ela e seu marido e suas duas crianças estavam ainda acordados. Não perdemos tempo e fomos direto pra lá pra falar com ela. Fomos bem recebidos e já sentimos de ir direto ao assunto e após algumas palavras direcionada pelo Espírito Santo, Dona Zulmira aceitou a Jesus.

Veja o que tinha acontecido com Dona Zulmira

Ela nos contou que na sexta feira pela madrugada ouviu uma voz que dizia pra ela se matar no lago que fica no pé do morro (veja na foto). Na mesma hora em que vimos o espírito de morte que eu contei logo acima. Ela disse que foi caminhando em direção ao lago para dar cabo de sua vida. Naquele momento ela ouviu uma outra voz que dizia assim: “VOLTE PORQUE EU VOU TE CURAR E TE LIBERTAR”. Ela disse que naquele momento ela voltou de costas para a casa. Ela disse que aquela voz disse pra ela falar conosco.

Ficamos muito impactados com aquilo pois isso nos revela o quanto Jesus quer contar conosco. Quando eu penso que Jesus a mandou nos procurar era como se Ele estivesse dizendo “PROCURE ELES, POIS ELES SÃO MEUS AMIGOS”.

A salvação chegou naquela casa aquela noite!

A morte não venceu, pois a verdadeira VIDA falou com ela aquela madrugada.

Deus é tremendo!!

Obrigado Jesus!

Gidel Lannes
www.gidellannes.blogspot.com

Anúncios