Santidade sexual, é possível?A pornografia, a masturbação, ou seja, o pecado sexual está fortemente implantado em nosso meio e tenho sentido do Senhor de dar uma atenção especial a esse assunto.

A pornografia dentro das igrejas é real.

E não se iluda pensando que a pornografia e a masturbação são problemas apenas dos homens jovens e solteiros, ou que seja somente coisa de adolescentes. São problemas reais que estão presentes em homens e mulheres de todas as idades, casados e solteiros.

12% de todos os sites são pornográficos.

$97.06 bilhões é a cifra que a pornografia movimenta mundialmente.

O Brasil é vice na produção de vídeos pornôs, perdendo apenas para os EUA.

Por dia, 68 milhões de pessoas procuram por pornografia pelos sites de busca, praticamente 25% de toda procura mundial.

Por dia, 2.5 bilhões de e-mails são enviados e recebidos com conteúdo pornográfico, 8% de todos os e-mails do planeta.

De 100% da internet, 42.7% são freqüentadores de sites pornográficos e conteúdos relacionados.

Os downloads por mês de conteúdo pornográfico são 1.5 bilhões, 35% de todos os downloads da internet.

100.000 sites oferecem pornografia infantil.

10% dos adultos do mundo inteiro admitem estar viciados em pornografia na Internet.

39 minutos é o tempo que passa até ser feito um novo filme pornográfico nos Estados Unidos.

Nunca, na história da humanidade, a sensualidade e a pornografia foram tão presentes na vida do homem e da mulher. Também nunca foram tão aceitas e recebidas com braços abertos.

Parece uma brincadeira de mau gosto. A mídia apoia com todas as forças. A gente abre uma revista (muitas vezes nem precisamos abri-la) e lá está uma mulher ou um homem semi-nu. Dirigimos os nossos carros e vemos  fotos picantes nos out-doors espalhados em nossas cidades. Dá para perceber o quanto o inimigo tem se esforçado para nos bombardear com imagens que nos levam a pecar.

Não estou aqui criando uma margem para dar desculpas pelo nosso pecado. O fato de tudo isso estar sendo bombardeado sobre nossos olhos não alivia o fato de que a grande maioria das pessoas hoje são viciadas em sexo, seja esse virtual ou não, ou seja, todo esse trabalho do diabo em jogar sobre os homens essas imagens não gera uma desculpa para o pecado.

Lembremos no primeiro artigo desse blog, Quem sou eu? – Parte 1, onde vimos que nossas ações definem quem somos.

Vivemos tempos de sodoma e gomorra. O fato é que o que nossa sociedade chama de normal e até saudável, sexualmente falando, a palavra nos ensina o contrário.

A palavra de Deus nos adverte sobre o pecado da prostituiçao:

“13 Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.
16 Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
17 Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
19 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,
20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
21 Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.”
(Gálatas 5:13, 16-21)

A palavra é clara que aqueles que cometem esses pecados não herdarão o Reino de Deus. Isso é muito sério. Enquanto Deus quer gerar em seus filhos a sua paternidade e a consciencia do seu Reino, satanás quer fazernos incapazes de recebermos esse Reino, através de nossos próprios pecados.

“3 Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;
4 Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;
5 Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.”
(I Tessalonicenses 4:3-5)

E também…

“5 Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;
6 Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência;”
(Colossenses 3:5 e 6)

Não há dúvidas quando a Palavra de Deus diz que a prostituição é pecado e abominável aos olhos do Senhor. Mas eu não preciso me delongar muito pra deixar isso claro, afinal, o próprio Espírito Santo já te disse isso, não é mesmo?

Agora, o que eu acho mais interessante é que Deus é fiel e não nos deixou a mercê do tentador, sem saída. Pelo contrário, no mesmo livro que Deus escreveu que abomina a prostituição ele também deixou princípios e instruções de como vencê-la. Deus é fiel!

Estou falando isso porque provavelmente você já passou pela situação de ter pecado, com pornografia e/ou masturbação, e ter confessado a Deus somente, e sentir até certo ponto perdoado, mas incapaz de parar com o ato. Ou muitas vezes não nos sentimos perdoados. Isso ocorre porque não  passamos por todo o processo.

Bem, tenho ótimas notícias pra você meu irmão e minha irmã que tem tido enormes problemas com a pornografia e com a masturbação. EXISTE UM CAMINHO DE SANTIDADE SIM! EXISTE UM MEIO DE VOCÊ SE VER LIVRE DISSO E VIVER EM LIBERDADE E NOVIDADE DE VIDA!

A palavra de Deus nos ensina uma maneira de sermos libertos e curados: Confessando nossos pecados uns aos outros.

“Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a oração do justo.”
(Tiago 5:16)

É necessário andar na Luz. Quando escondemos o nosso pecado o colocamos nas trevas, na escuridão, ou seja, onde ninguém consegue ver. Quando fazemos isso, colocamos nosso pecado e nossos atos no ambiente natural do príncipe das trevas. Daí, fica fácil para ele nos manipular e fazer com que nossos pecados escondidos criem raízes, e muitos deles raízes profundas.

Há um pensamento diabólico que se confessarmos nosso pecado para outras pessoas seremos desmoralizados, perderemos nossa autoridade. “Afinal, o que as pessoas vão pensar de mim?”, certo? ERRADO! Isso é uma mentira de santanás! Quando confessamos nosso pecado, não perdemos autoridade, ganhamos autoridade. Quando confessamos nossos pecados, não perdemos respeito, ganhamos respeito.

Você acha que Deus nos ensinaria algo que não fosse verdade? Ou talvez, que fosse inútil ou nos fizesse algum mal? Você acha que Deus nos deixaria a mercê do diabo? Pense melhor!

Quando confessamos, nos expomos, nos despimos diante da igreja de Jesus, nossos irmãos. Jogamos luz onde antes havia trevas. E quando jogamos Luz, significa que jogamos JESUS. Pois Ele é a Luz. Ele é a verdade!

Quando confessamos, jogamos luz, o diabo é envergonhado, e nós somos fortalecidos, restaurados, curados. Muitas vezes precisamos confessar mais que uma só vez e mais do que para uma ou duas pessoas. Depende do direcionamento do Espírito Santo. O fato é que se confessarmos seremos curados…seremos libertos.

Deus também nos deixou instruções de como andarmos na luz.

“Fugi da prostituição…” (I Co 6:18)

“Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.”
(I João 1:7)

O segredo está em fugirmos da prostituição e andarmos na luz, ou seja, não deixar a bola cair e confessar para Deus e para alguém, sempre que a situação começar a ficar difícil. Abra o jogo com alguém, antes mesmo da tentação virar pecado. Porque ser tentado não é pecar, mas ceder a tentação, isso é pecado, e pecado gera morte.

Daí você pode dizer: “Mas eu já tentei fugir. Por mais que eu tente eu sempre acabo caindo…” Entenda bem. Na Bíblia, o único pecado que Deus nos adverte para fugirmos é o pecado da prostituição, como mostrei no versículo acima. Ele sabia muito bem que nossa carne é fraca.

Mas, e aí? Como fugir?

Quando você estiver se sentindo tentado, com muita vontade de se masturbar ou procurar por pornografia, ligue para alguém de confiança e abra o coração. Peça para essa pessoa orar com você. Você não estará falando de pecado, ainda, mas de tentação. Afinal, Jesus foi tentado, mas não pecou.

É possível vencer sim! Faça alguma coisa com seus/suas amigos(as). Vá ao cinema. Vá orar/adorar. Fique perto de alguém. NÃO FIQUE SOZINHO.

Se você falar para alguém você vai ver como o desejo vai passar.

E se você cair, não demore. Confesse!

O segredo é viver na Luz!

Jander Pires

Nota: Não estou resumindo o pecado sexual a masturbação e pornografia somente. Abordei esses pecados como parte de uma conduta suxual imoral, mas não que o mesmo se resume nesses dois pecados. Estarei abrangindo outras áreas do pecado sexual e tentando me aprofundar mais no assunto para próximos artigos.

Anúncios