fevereiro 2009


divorcioInfelizmente, nos dias de hoje é normal vermos crentes casando e se divorciando, como se faz no mundo, vejo pessoas que até em nosso meio se dizem fazer parte de uma geração de profetas mas se entregam ao divórcio, adultério e paixões ilícitas. Sei que talvez mexerei com algumas estruturas e  meus amigos que são ou estão se divorciando que me perdoem; mas não vou calar meus lábios para alertá -los do risco, pecado e até da maldição que isso traz.

Vou fazer uma pergunta: Por quanto tempo deve- se manter um casamento? (mais…)

Anúncios

RevelationTalvez algum leitor possa se identificar comigo. Em minha infância, muitas vezes pensei: “Por que tenho que aprender matemática e português? Por que meu pai me proibiu de fazer algo?” Na universidade, questionei o porquê de estudar algumas matérias. Entretanto, de repente, em uma fase da vida, essas informações tomaram um nível de revelação. Assim, pude ver aplicações práticas de tais informações e minha imaturidade diante de alguns questionamentos.

Paulo de Tarso, autor de grande parte do que conhecemos como Novo Testamento, é exemplo de alguém que adquiriu muita informação ao longo da vida. Ele foi um intelectual da época e conhecia muito bem a Lei do Senhor e os profetas. Durante uma fase da vida, toda informação recebida o forjou um perito na Lei, um perito religioso, porém sem revelação. (mais…)

eye_crossCruz , Reconhecimento e Destino…

O que estas palavras têm a ver uma com a outra?

Olhando para Jesus , o nosso exemplo perfeito do que é ser filho de Deus, vemos que a Bíblia nos fala que Ele foi obediente até a morte e morte de cruz.

Também podemos observar no episódio do Getsêmani, onde o Senhor chega a suar sangue devido ao seu desespero, e pede ao Pai que se possível afastasse dele aquele “cálice”, mas que ao final de tudo fosse feita a soberana vontade do Pai. (mais…)

india1“… porque os caminhos do Senhor são retos, e os justos andarão neles; …” Oz 14:9

“Ainda me recordo quando estava no Brasil me preparando para ir à Índia
a quantidade de livros e artigos na internet que tive de estudar para
não ser tão ignorante da vasta cultura que teria de enfrentar pela
frente. Percebi que por onde ia, difícilmente encontrava alguém que
pudesse me adicionar algum conhecimento prático do que realmente é a
Índia. E ainda hoje para a maioria de nós brasileiros este
sub-continente é um mistério cercado de lendas e mitos.

Quando cheguei a Índia, verifiquei que todo meu conhecimento vindo dos
livros e horas na frente de um computador pouco me ajudaram. E hoje
depois de quase 4 anos neste país continuo um aprendiz, e cada vez
mais me convenço que poderei viver aqui por décadas e não
compreenderei toda esta diversidade que me cerca. (mais…)