Se você leu a primeira parte desse artigo, você já entendeu alguns princípios sobre santidade e como suas atitudes definem quem você é.

Provavelmente, você parou para se perguntar: “Quem sou eu?”, certo? Ou pelo menos você pode ter pensado: “Eu sei quem eu sou!” Bem, eu sinceramente espero que você saiba e ajude aqueles que ainda não descobriram quem são, ou, talvez, que você analise esse artigo com atenção, pois pode ser que você acabe descobrindo como saber mais sobre quem você é. Existem pessoas que passam anos de sua vida tentando descobrir quem verdadeiramente são e muitas delas acabam morrendo sem jamais descobrir essa verdade. Mas se você é um desses que ainda não sabe, vamos estar discutindo dois pontos que eu creio que vão te ajudar na busca desta resposta.
.

Quem o diabo diz que eu sou?

.

Vamos começar definindo quem o diabo é e, para isso, vamos analisar algumas de suas ações, afinal, como aprendemos na primeira parte desse artigo, nossas atitudes definem quem realmente somos, não é mesmo?

A Palavra de Deus nos dá várias informações sobre o diabo (Lúcifer). Antes mesmo da criação do mundo ele já existia e estava no céu com Deus, ele era um querubim. Olha o que a palavra de Deus fala sobre ele no livro de Ezequiel:

“Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.
Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.
Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.
Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.
Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas.
Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti.
Pela multidão das tuas iniqüidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te vêem.
Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; em grande espanto te tornaste, e nunca mais subsistirá.”
(Ezequiel 28:11-19)

Dá pra imaginar a glória de Deus em meio a qual ele habitava? No entanto, por incrível que pareça, ele quis mais. Por não ser adorado pelos anjos, quis ter a glória de Deus pra si próprio para que ele fosse adorado também e, por isso não acontecer, ele se rebelou e, como conseqüência de seu pecado, foi lançado para fora da presença de Deus.

Isso quer que dizer ele está aqui, no mundo. Não é difícil de se chegar a essa conclusão, apenas olhe ao seu redor e veja as conseqüências da presença dele. Aliás, ele não só está no mundo, como também, o mundo tem sido governado por ele.

A palavra nos diz que “…todo o mundo está no maligno.” (João 5:19)

Precisamos deixar algo claro aqui. O mundo NÃO foi criado para o diabo, porém o homem o entregou nas mãos do diabo quando escolheu pecar e desobedescer a Deus.

No livro de Lucas, capítulo quatro, dos versos cinco ao sete, Lucas descreve o diálogo entre satanás e Jesus na ocasião da tentação de Jesus:

“E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo.
E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.
Portanto, se tu me adorares, tudo será teu.”
Lucas 4:5-7

O fato é que o império das trevas está estabelecido na Terra. Tudo foi dado a ele por causa do pecado. E, ele, como imperador, tem três objetivos, que chamaremos de pilares do império das trevas: “matar, roubar e destruir” (João 10:10).

Baseados, então, no fato de que ele está governando sobre o mundo e seu governo é baseado em mentira para roubar, matar e destruir, algumas de suas ações vão nos revelar quem ele quer que sejamos. Existem algumas frases que são freqüentemente usadas na mídia e que se tornaram verdades para muitos na nossa geração. Por exempo:

“Você deve conquistar o que é seu, subir na vida, custe o que custar!”
“O mundo está a sua espera, vá e conquiste-o.”
” Viva a vida! Pois ela é curta demais, então, curta-a ao máximo enquanto há tempo, afinal, “deixa a vida me levar, vida, leva eu”.
“Casar? Só depois dos 30, afinal, tenho que curtir aproveitar enquanto sou solteiro.”

Tem vários conceitos como esses sendo lançados para dentro de nossas casas todos os dias. Esses citados acima são aparentemente “positivos”. Tem aqueles que não são tão “positivos” assim.

“Você não vale nada!”
“Você é um rejeitado! Seus pais não te amam, aliás, ninguém te ama!”
“Você é um perdedor!”
”A vida é cruel!”
”Você não tem jeito!”
“Pau que nasce torto não se endireita!”

Nos E.U.A. tem até uma expressão muito usada para aqueles que não se enquadram no padrão da “turminha” da escola, “LOSER”, que traduzido significa “PERDEDOR!”

Satanás quer, a qualquer custo, imprimir no seu caráter uma identidade errada de quem você é.

“…Ele (o diabo) foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” (João 8:44)

É fato, à partir do momento que você vive essas mentiras como sendo verdades, elas, de fato, se tornam verdades na sua vida, definindo então quem você é. Ele é mentiroso e não quer que você descubra que Deus te chamou para exercer uma função preciosa na presença d’Ele. Satanás quer que você viva uma vida inferior àquela que Deus te chamou para viver! Viver uma vida inferior não significa ser pobre e doente, você pode ser rico e saudável fisicamente, mas ser incrivelmente infeliz e miserável.

Mas fiel é Deus que nos amou tanto que não nos deixou a mercê de satanás sem saída alguma, mas “(ELE) amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

Se você identificou algumas mentiras de satanás que estão vigentes na sua vida, posicione-se, arrependa-se de seus pecados, pois você não foi chamado para ser escravo! O apóstolo Paulo foi bem claro quanto a isso em sua carta aos Romanos no capítulo oito, verso 15: “Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.”

Agora, se você ainda não reconhece o Senhor Jesus como seu Senhor e Salvador, entenda que Ele morreu por você, não para que você vivesse na mentira e no engano, mas na verdade que você sim pode ser um filho de Deus. Você só precisa orar, pedindo perdão pelos seus pecados e se entregando a Jesus, pedindo para que Ele te lave de seus pecados e seja o Senhor de sua vida. Uma simples oração pode mudar a sua vida para sempre!

Estaremos discutindo o segundo ponto no próximo artigo: “Quem Deus diz que eu sou?

Jander Pires

Anúncios